Informa Naviraí - DOMINGO, 24 DE SETEMBRO DE 2017

Professores protestam contra decreto e alunos ficam sem aula em Mundo Novo

Professores da Escola Municipal Carlos Chagas, localizada em Mundo Novo - distante 462 quilômetros de Campo Grande - suspenderam as atividades nesta quarta-feira (23) em protesto contra um decreto que anula as eleições diretas para o cargo de diretor e, consequentemente, exonera a atual direção. Mais de 670 alunos ficaram sem aula, mas de acordo com as informações, a manifestação recebeu apoio dos pais.

O decreto foi publicado nessa terça-feira (22), na segunda página do Diário Oficial do Município. Com a publicação, Fabiana Paula Moreira Shulz, que estava à frente da direção desde 2015, quando houve eleições diretas, foi retirada do cargo.

"Sou professora concursada e estou nessa escola há 27 anos. Fui eleita em 2015 com 98% de aprovação e meu mandato acabaria no próximo ano. Sinto que o prefeito tirou um direito da comunidade de escolher quem fica à frente da direção da escola", declara a ex-diretora.

A decisão do Executivo não foi aceita pelos professores. "Estamos aguardando alguém da administração conversar com a gente, mas se isso não acontecer, faremos reunião para decidir os próximos passos”, afirma um professor que prefere não se identificar.

 

Conforme relatos, pais de alunos também apoiaram o protesto em defesa das eleições diretas para o cargo de diretor.

"Fui aluna dessa escola e agora minha filha de sete anos estuda aqui. Fiquei muito surpresa com a medida tomada pelo prefeito. A direção foi eleita pelos pais e ele simplesmente mudou isso. Não concordo e apoio o protesto dos professores", frisa a moradora que prefere não se identificar.

 

O prefeito Valdomiro Brischiliari e a secretaria de Educação Roseli Brasil também foram procurados, por telefone, pela equipe de reportagem, mas os celulares estão desligados.

 

 





Data da Postagem: 2017-08-23 | Fonte: Midia Max