Informa Naviraí - SEGUNDA FEIRA, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
17 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Capital News

Contratos de publicidade firmados com o Estado são investigados por lavagem de dinheiro

A operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) chamada de Propaganda Enganosa, deflagrada nesta quinta-feira (16 ), mira em três agências de publicidade que tiveram contratos com o gverno de Mato Grosso do Sul entre 2012 e 2013 e que teriam repassado R$ 3 milhões a empresas de fachada.

As três agências funcionam em Campo Grande, mas não tiveram os nomes revelados pelo Ministério Público Estadual. Segundo o Gaeco, essas agências são acusadas de repassar os valores a outras empresas de fachada, ou seja, empresas localizadas no mesmo endereço, abertas em nome de laranjas, com funcionários insuficientes para a realização do suposto serviço contratado.

A investigação apura indícios de crimes contra o patrimônio público, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na manhã de hoje.

A movimentação bancária suspeita foi constatada inicialmente pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF e, via quebra de sigilo bancário e autorizada judicialmente, onde constatou-se o montante do total repassado, dos quais boa parte foi sacada na boca do caixa pelos investigados, ora sócios das empresas de fachada.



GALERIA DE FOTO Show Anitta Campo Grande
Untitled Document